Saiba o que é um site mobile

Com a imensa quantidade de smartphones sendo usada na atualidade, há uma necessidade crescente de adaptação do design de sites tradicionais para um grande número de formatos de tela. É possível fazer isso de duas maneiras: criando e mantendo um site responsivo ou desenvolvendo um site especialmente para acesso móvel, ou um site móvel. E qual é a diferença entre ambos?

Um site responsivo é naturalmente adaptável a qualquer formato de tela. Costuma ser criado inicialmente para páginas da web, podendo ser visualizado por quase qualquer dispositivo móvel, embora de forma diferente. Dentro dessa tecnologia, é possível definir uma série de variáveis por meio de sistemas próprios para essa finalidade. O site pode determinar que determinado conteúdo apareça para usuários de iPhone, por exemplo, mas não para quem tiver um iPad. Por outro lado, o layout geral é determinado de acordo com a melhor apresentação possível para o usuário. A seleção do design é, portanto, automática.

Sitesmóveis, por sua vez,são desenvolvidos especialmente para dispositivos móveis. Podem ser para smartphones ou tablets. Um site móvel costuma ser praticamente um site inteiramente novo em relação àquele desenvolvido para a web. Além disso, não podem ser visualizados em um computador comum.

A versão para site móvel costuma ser hospedada em um subdomínio da empresa à qual pertence. Por essa razão, ele é a escolha certa para quem há tem um site na internet e deseja uma versão que garanta uma leitura facilitada do conteúdo por usuários que estejam acessando a partir de seu aparelho móvel.

Uma das razões pelas quais as empresas acabam optando por criar um site mobile costuma ser a solicitação de usuários. Nem sempre é confortável para eles navegarem por uma simples versão do site adaptada para o tamanho de tela de um smartphone. Quem deseja se antecipar a esse desconforto dos consumidores pode aproveitar algumas ferramentas grátis para a criação de um site mobile.

 

1) Winkisite tipo de site mobile

Se você considera interessante criar uma comunidade on-line voltada para seu site móvel, o Winksite pode ser uma boa escolha. Trata-se de um aplicativo que permite desenvolver grupos de discussão e trocas de conhecimento entre os usuários.

Além disso, é possível gerar seu próprio código de barras QR por meio do Winkisite. O código QR é um código bidimensional que pode ser lido por aparelhos com scanners de códigos, sendousado para transmitir de forma instantânea textos, fotos, vídeos, músicas e URLs, entre outros dados. Há muitas indicações de uso para os códigos QR quando falamos de marketing para empresas de pequeno porte. É possível imprimir o código em seu cartão de visita, em anúncios impressos e outros materiais de identidade visual. Além disso, quando os usuários que acessarem seu site pelo celular desejarem visitar o site móvel de sua empresa, basta que usem suas câmeras para ler o código QR.

 

2) MippinMobilizer para implantação de site mobile

Quando o tempo de implantação é a prioridade, o Mippin é uma ferramenta direto ao ponto, que não exige mais do que alguns minutos para usar. Basta inserir os URLs de feeds de RSS de seu site, configurar algumas opções, criar uma conta, instalar trechos de códigos em seu site e pronto! Durante a configuração do site móvel, há um recurso de visualização em tempo real do lado direito para que você possa acompanhar o progresso do design do site enquanto é definido. Além de ser uma alternativa com resultados rápidos, usar o Mippin Mobilizer não requer muito conhecimento especializado.

 

3) Mobify para seu site mobile

 

Uma das versões mais populares entre os desenvolvedores, o Mobify permite que você crie uma versão móvel para seu site com a ajuda de uma interface gráfica intuitiva e amigável. A configuração não poderia ser mais simples, e seu próprio site móvel poderá estar disponível e em pleno funcionamento em questão de minutos.

Se o seu negócio inclui uma loja virtual, melhor ainda.O Mobify oferece uma plataforma chamada Mobile Commerce, que é voltada especificamente para comércio online com foco em usuários com aparelhos móveis.

O Mobify tem um modelo pago, mas a versão gratuita é muito rica. A opção de obter um domínio personalizado, que costuma ser uma versão ligeiramente alterada do domínio de sua loja, é uma das vantagens mais desejadas na configuração de um site móvel. A versão gratuita do Mobify inclui esse recurso, de modo que você ter acesso ao que mais deseja sem gastar nada. Os planos pagos estipulam uma mensalidade e incluem características como a remoção do logotipo da Mobify de seu site móvel, avaliações móveis para gerar relatórios, estatísticas de tráfego do site e outros. Para quem gosta de ter tudo em um só lugar, com a comodidade de ter que pesquisar muito pouco sobre os processos de conversão, talvez seja uma boa ideia contratar um plano pago. A mensalidade poderia acabar se convertendo em uma considerável economia de tempo.

Como Usar Seu Iphone como Leitor de Código de Barras

O uso doleitor de códigos de barra no Iphonetem se tornado cada vez mais amplo. Se no início a tecnologia podia ser encontrada com mais facilidade em supermercados, hoje a sua adoção está disseminada. Empresas dos mais variados segmentos estão despertando para todos os benefícios que a implementação de um sistema de códigos de barra oferece. Entre as maiores vantagens, estão a otimização de processos de logística e a economia de um tempo considerável no setor de pagamento, incluindo os caixas de lojas.

A utilidade da tecnologia é tão abrangente que se estende a segmentos cujo foco principal não é identificar produtos em si, mas remessas, destinatários e destinos. É o caso dos correios e de companhias de transporte.

Com a evolução de celulares e computadores, todas as vantagens dos códigos de barras foram estendidas igualmente aos consumidores. Mais uma vez, os ganhos se relacionam ao tempo poupado em processo de rotina, bem como a praticidade envolvida. Agora, é possível pagar contas e boletos diretamente de seu Iphone, eliminando o desconforto de filas e deslocamentos. A promessa é tentadora demais para que seja ignorada.

 

Até o WhatsApp usa a leitura de código de barras

Quer um exemplo de um aplicativo que recebeu mais usuários a partir da adoção do código de barras? Whatsapp. Entre a parcela da população que não havia aderido à febre das mensagens instantâneas no celular, o principal argumento era o desconforto de digitar muito texto diretamente no Iphone. A empresa logo eliminou a desculpa, criando um aplicativo que conecta o telefone diretamente ao comutador. Para que a mágica aconteça, basta um código QR.

O código QR é um código bidimensional que pode ser digitalizado com facilidade por quase qualquer celular equipado com uma câmera. No caso do Whatsapp, basta direcionar o foco para o código QR exibido na página do aplicativo para se conectar a seu número, com a vantagem de poder digitar em um teclado mais amplo.

Códigos QR são capazes de armazenar um grande número de informações, desde URLs e links, passando por informações de contato e chegando a endereços de e-mail. Ainda que a tecnologia não tenha sido produzida para iOS, há uma série de aplicativos que ajudam a efetuar a leitura dos códigos em seu celular.

Confira a seguir uma série de etapas simples que você pode percorrer para garantir a leitura de códigos de barra em seu iPhone.

 

Baixe um aplicativo para ler os códigos de barras

Na App Store, você vai encontrar uma série de aplicativos com a função de leitura de códigos QR. Algumas alternativas são pagas, outras não. Selecione uma de acordo com as suas preferências.

Nessa etapa é bom ficar de olho nos requisitos de sistema. Alguns aplicativos podem não ser compatíveis com o seu celular, enquanto outros podem ter sido desenvolvidos especialmente para ele.

Outro aspecto importante é definir a finalidade das leituras que você pretende fazer. Se o seu desejo é pagar contas, como aqueles boletos bancários que exigiam paciência na hora de digitar uma infinidade de números, lembre-se de que há aplicativos próprios para isso.

 

Teste o aplicativo de leitura de código de Barras no seu Iphone

Depois que o download e a instalação estiverem concluídos, teste o aplicativo procurando um código de barra. Os melhores aplicativos não requerem que você tire uma foto do código QR. Em vez disso, basta centralizar a câmera na imagem e esperar o alerta que indica a captura da imagem.

Após a captura do código de barras, você verá uma série de informações, e poderá agir sobre elas. Agora você já está pronto para usar o aplicativo para as pesquisas pretendidas, seja de outros aplicativos, de preços ou de produtos.

Lembre-se que a iluminação do ambiente pode interferir bastante no resultado. A decodificação ocorre em segundos, bem como a leitura e a validação dos dados. Por isso, garanta um ambiente que propicie uma leitura clara quando os dados forem transpostos para a tela de seu iPhone.

 

Aplicativos leitores de código de barras interessantes para o dia a dia

Além de simplificar tarefas de rotina como pagamento de contas, existe uma infinidade de aplicativos com funções igualmente úteis, embora as pessoas não costumem pensar no assunto com muita frequência.

Imagine, por exemplo, a possibilidade de obter todos aqueles dados que você pesquisa em mecanismos de busca sobre os produtos que deseja comprar em plena loja. O ConsumerBarcode Scanner oferece exatamente isso. Basta apontar a câmera do celular para o código de barras de um produto físico para ter acesso imediato a informações valiosas, tais como classificação do produto e avaliações de compradores. Também é possível se conectar diretamente ao Facebook para obter recomendações.

Produtos como o ShopSavvy são desenvolvidos para quem gosta de economizar enquanto faz compras. Ao acionar o leitor de código de barras, o usuário terá acesso instantâneo a uma lista de lojas e os respectivos preços, garantindo uma pesquisa de mercado em questão de segundos.

Se você já está seduzido com essas possibilidades, adiantamos que há uma infinidade de aplicativos a caminho para os mais variados interesses. Por exemplo, há empresas voltadas para desenvolver aplicativos que, a partir da leitura do código de barras, ofereça informações nutricionais como calorias e nutrientes diretamente na tela do celular.

 

 

 

 

 

 

 

Novos recursos do iPhone 7

Um dos lançamentos mais aguardados é o do iPhone 7. Previsto para ainda em 2016, promete um novo design e recursos inéditos. Ainda que a data de disponibilização do iPhone 7 no Brasil seja ainda mais incerta, a expectativa é grande. As novidades esperadas gravitam em torno de recursos como ausência de entrada para fone de ouvido, maior resistência à água, lente de câmera dupla no iPhone 7 Plus, possível conexão inteligente para o iPhone 7 Plus, design semelhante ao do iPhone 6s, novo design das listras de antena, upgrade do processador e dois tamanhos de tela

A curiosidade dos usuários varia desde as novas especificações do aparelho até o nome que o novo smartphone receberia. As grandes apostas gravitavam em torno de iPhone 7 Pro, iPhone 7, iPhone 7s, iPhone 7 Plus e iPhone mini, com palpites afirmando que seria um nome inteiramente novo.

A internet está repleta de especulações sobre o produto. Este artigo reúne todas as informações coletadas até agora. O 14º modelo de iPhone está cercado de mistérios, mas alguns rumores permanecem inalterados. Confira a seguir alguns dos mais recorrentes.

 

1) Data de lançamento do iPhone 7

A Apple já anunciou o lançamento para setembro de 2016. Fontes seguras indicam o dia 16, mas não há confirmação oficial sobre isso. Evan Glass vai ainda mais longe. O editor norte-americano, muito conhecido por vazar informações altamente precisas sobre celulares, aposta que a temporada de pré-venda será iniciada no dia 9 de setembro. Há indícios também de que haverá datas de lançamentos diferentes de acordo com o tamanho do modelo. Se avaliarmos a tendência de lançamento dos produtos da Apple nos últimos anos, o anúncio do lançamento tende a ocorrer na primeira semana de setembro, seguido de perto por um período de pré-vendas de cerca de uma semana até a disponibilização dos produtos nas lojas. A única certeza, porém, é que é provável ter de esperar um pouco mais para comprar o aparelho no Brasil.

 

2) Design do iPhone 7

A tendência é que o iPhone 7 passe por uma renovação geral em termos de design, devido às gerações anteriores do iPhone 6, que compartilhavam muitas semelhanças. Não dá para prever exatamente para qual direção a Apple vai direcionar seus esforços, mas é possível apostar algumas fichas na espessura do aparelho, que tende a ser mais fino do que nunca. Isso explicaria os rumores sobre a remoção da entrada tradicional para fone de ouvido. Os usuários seriam direcionados a alternativas como headphones Bluetooth sem fio ou adaptadores para efetuar a conexão. Um site bastante respeitado afirma, inclusive, que um novo formato de fones de ouvido seria incluído na embalagem do aparelho. O tinhte.vn, por sua vez, vazou imagens bem convincentes de novos adaptadores para dispositivos de som. Além disso, há muitas apostas referentes a uma inovação da câmera do iPhone, que poderia ser traseira, e a remoção das listras de antena, cujo design é criticado por muitos usuários.

 

3) Resolução maior de tela no iPhone 7

Sim, esta é uma possibilidade. Faz tempo que a Apple tem superado a concorrência em termos de tecnologias que aumentam a resolução de tela. Pode-se imaginar que a empresa tenha aplicado aos novos produtos a densidade mais alta de pixel presente nos modelos iPhone 6 Plus e 6s Plus. Alguns ainda podem sonhar que essa densidade possa ter sido ainda mais elevada, mas isso é pouco provável. Um material mais resistente poderia ser empregado na tela, seja com o reaproveitamento da tecnologia sapphire, seja com a introdução de um conceito completamente inédito.

 

4) Maior espaço de armazenamento no iPhone 7

As previsões apontam que o espaço de armazenamento de 16 GB ficará no passado. Os usuários esperam que a nova memória comece em 32 GB de dados, com opção de 64 GB e 128 GB de armazenamento.

 

5) Outros expectativas dos usuários e a provável verdade

Além dos recursos já vistos, há uma série de outros apontamentos feitos por usuários. A última parte deste artigo é reservada para esclarecer a chances de que essas expectativas ou suspeitas se mostrem verdadeiras no lançamento do iPhone 7.

Tela 3D: não há rumores apontando para essa possibilidade.

Tela encurvada: possível, mas não há dados conclusivos.

Display flexível: altamente improvável.

Tela plena, de um extremo a outro do aparelho: pode acontecer.

Joystick integrado ao botão de página inicial: sem chances.

Carregamento sem fio: é bastante provável.

Resistência à água aumentada: é provável, embora não haja previsão de um sistema mais robusto de proteção para as entradas do aparelho.

Sistema duplo de câmera desenvolvido pela LinX: essa é uma aposta bem razoável, especialmente quando consideramos que a Apple comprou a LinX no começo do ano passado. No entanto, estima-se que a Apple não tenha condições de produzir o número suficiente de câmeras no momento, o que reforça a teoria de que pelo menos três modelos da nova geração serão disponibilizados para compra.